São João da Boa Vista, 1 de Dezembro de 2020.
 
Página Inicial
Programas Sociais
Mesa Diretora
Prestação de Contas
Faça sua Doação
Planejamento Anual
Parceiros & Apoiadores
Eventos
Informativo on-line
Galeria de Fotos
Contato & Localização
Voluntários
Webmail Corporativo
 



Chafica Frayha Antakly nasceu no dia 20 de novembro de 1909 na cidade de Poços de Caldas, Minas Gerais. Em 6 de março de 1944 casou-se com o comerciante Michel Georges Antakly, passando, então, a residir em São João da Boa Vista, São Paulo.
Em meados dos anos 1950, Chafica Antakly, sensibilizada com o aumento da mendicância nas ruas da cidade onde residia, tomou a iniciativa, juntamente com outros companheiros abraçados à causa, de criar uma sociedade civil denominada Serviço de Assistência Social (SAS). O principal objetivo do SAS de São João da Boa Vista era promover a distribuição semanal de mantimentos às famílias que demonstrassem, após cadastramento e exaustivo trabalho de  sindicância domiciliar, serem efetivamente carentes e necessitadas. Assim, todos os esforços eram dirigidos à melhoria imediata da condição social das famílias carentes, de modo a contribuir para seu gradual restabelecimento econômico.
A iniciativa de Chafica Antakly em São João da Boa Vista mirava-se no exemplo do Serviço de Obras Sociais (SOS), existente já há alguns anos em Poços de Caldas, e que havia sido fundado e dirigido por sua amiga de longa data, Elza Monteiro Ferreira. Assim como o SOS, o SAS de São João da Boa Vista era uma sociedade civil, sem cunho político nem religioso, algo incomum e até mesmo revolucionário para a época. Era mantido sobretudo pela contribuição pecuniária mensal dos moradores da cidade, complementada, ocasionalmente, por recursos oriundos de verbas governamentais ou arrecadados em eventos de caráter social e cultural, promovidos com alguma freqüência pela entidade. Além disso, com o objetivo de aumentar o recebimento de donativos, o SAS lançava mão de programas especiais. Destaca-se dentre essas iniciativas o chamado ‘programa das cestas’, de grande sucesso, que previa a distribuição semanal, por uma equipe de voluntários, de cestas para todas as casas de uma rua específica da cidade, para que os moradores lá colocassem mantimentos, roupas e objetos não mais utilizados. As cestas eram então recolhidas na semana seguinte. Esse programa era organizado de tal forma que durante o ano todas as ruas da cidade fossem cobertas e que cada residência recebesse a cesta de coleta pelo menos uma e, no máximo, duas vezes por ano. Cada cesta era acompanhada de um folheto explicativo sobre a entidade e o trabalho que estava sendo realizado.
Chafica foi diretora do SAS por dois mandatos consecutivos. Mesmo após deixar o cargo, nunca deixou de colaborar ativamente com a entidade. Um dos pontos fortes da sua gestão foi a criação de uma creche, a primeira instituição do gênero na cidade e que hoje leva o seu nome. O intuito da creche era abrigar os filhos das mulheres assistidas pela entidade para que as mesmas pudessem trabalhar.
Em 1966, Chafica mudou-se com a família para Poços de Caldas, onde continuou trabalhando em serviços sociais no SOS, e onde participou da criação da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), tendo sido sua primeira presidente.  
Roberto Antakly



Dia do Índio   Festa Junina 2017
Dia do Índio, um aprendizado para nossas crianças. Foi muito divertido o que aprendemos.

  Um "arraiá" de brincadeiras!

 
  Chafica Fraya Antakly  
Chafica Frayha Antakly nasceu no dia 20 de novembro de 1909 na cidade de Poços de Caldas, Minas Gerais. Em 6 de março de 1944 casou-se com o comerciante Michel Georges Antakly, passando, então, a residir em São João da Boa Vista-SP.
     Em meados dos anos 1950, Chafica Antakly, sensibilizada com o aumento da mendicância nas ruas da cidade onde residia, tomou a iniciativa, juntamente com outros companheiros abraçados à causa, de criar uma sociedade civil denominada Serviço de Assistência Social (SAS).

[ Veja Mais ]
 
 
Em 27 de junho de 1958, realizou-se uma reunião na residência de Dna. Chafica Antakli e o principal assunto, entre outros, foi a necessidade da criação de uma creche.
Em 5 de dezembro de 1958, em outra reunião, também na residência de Dna. Chafica Antakly, ficou estabelecido a instalação da creche, que funcionaria num prédio assobradado, situado à Rua Getúlio Vargas.
[ Veja Mais ]

 
Rua Carlos Kiellander, 155, Centro
São João da Boa Vista - São Paulo, 13870-217
Fone: (19) 3622-2788
Rua Luiz Lázaro Zamenhoff, 89 DER
São João da Boa Vista - São Paulo, 13876-020
Fone: (19) 3631-6040